Morfina.

Quando lutamos contra nós mesmos, somos os únicos a colecionar feridas. Até que ponto vale a pena ater-se ao caminho da menor-dor, do baixo risco e do conforto calculado? Você grita para si mesmo com tanta força essa mentira, que acaba por não ouvir o peito clamando por um segundo de atenção. Mas eu consigo ouví-lo, quando ele encosta no meu, e sigo aguardando o dia em que a tua garganta, de tão rouca, deixe chegar aos teus ouvidos o que para mim fica claro toda vez que teus olhos fecham antes dos meus: é recíproco.

Eu poderia dizer que fui acometido por uma abstinência de sensações às quais já estava acostumado. É o que você sempre diz, mas eu ainda não me acostumei a você. Por isso que eu sempre volto, mesmo quando a minha autoestima implora para que eu espere por um sinal teu. Teus sinais foram dados; nós é que falamos línguas diferentes, quando o assunto é sentir e expressar.

Eu poderia dizer o que já repeti em refrões antigos: que sou “alguém pra ocupar o lugar / de quem não vai voltar”. São palavras que me saltam da língua e páram nos dentes, sempre que sinto medo de que você confirme a minha hipótese. Então eu sigo o teu conselho de me ater apenas às tuas ações. E assim eu sigo, tirando da tua boca frases impensáveis, do teu peito, o calor que eu preciso e, da tua vida, tudo que vai de encontro aos teus planos de não me deixar entrar. Aluguei um espaço no teu pensamento e me sinto confortável aqui, embora nada me garanta que eu não possa ser despejado. Se for pra ser, que assim seja: o frio da rua é mais confortável do que um lar onde já não se quer mais morar. E faz tempo que eu me mudei, jogando fora as chaves da antiga morada.

A vida ensina, a gente aprende. No entanto, isso não quer dizer que não devamos, às vezes, desobedecer as leis que nós mesmos criamos. Cansei de lutar contra mim mesmo, pois já me cobrem o corpo feridas em diferentes fases de cicatrização. Aqui estou, pronto para me aplicar com mais algumas doses cavalares de você, se assim me permitir. E eu já não mais vivo sem essa morfina que eu batizei com o teu nome, há alguns meses atrás.

145 Respostas to “Morfina.”

  1. Pedro Torres. Says:

    É. A dor é algo necessário pra nossa vida as vezes.
    Como sempre, mais um texto daqueles que eu vejo minha vida nele.

    Obrigado.

  2. haaaannaa Says:

    Genial.

  3. isadora Says:

    você diz tudo. você sempre diz tudo. você ensina. poxa… obrigada. mesmo.

  4. transtornointermitente Says:

    Era disso que eu precisava. Valeu, rapá.

  5. Ju Says:

    Volta pra ela seu bobinho!

  6. mariella Says:

    ouvirei isso no revanche? beeshop? onde? :~

  7. @Beca_Amorim Says:

    FANTÁSTICO. Parabéns.

  8. haaaannaa Says:

    Aliás, como será que se paga o aluguel pra ter certeza que não seremos despejados? Nem sempre locator e locatário se entendem.

  9. Nicole Says:

    Não cometa o mesmo ERRO duas vezes, por favor!

    • romanceemapuros Says:

      Nascemos pra errar. E, errando, aprendemos. Vamos errar bastante.

      • Senhorina Says:

        O mais incrivel, é que nós sempre sabemos quando iremos sofrer em uma relação, e ainda assim seguimos a diante. Parece que a dor e o sofrimento se transformam em uma segunda pele, não nos deixando em paz nem por um segundo. Algumas pessoas dizem que o silencio é algo opcional, mas não é bem assim. E como diria p meu poeta favorito Alvarez de Azevedo ” Cada ano uma vitima se perde nas ondas (morte) e a sorte ESCOLHE sorrindo os melhores dentre nós “

      • robertalunes Says:

        mas as vezes temos medo de errar, por causa da dor que outro erro causou; medo de que seja uma dor mas forte? não sei

    • Elisabeth A. Says:

      Nada é mais infantil do que se achar crescido demais para errar denovo. Às vezes, errar é a coisa mais certa a se fazer.

  10. Natiivex Says:

    EU chorei e agora vou dormir. Obrigada Lucas.

  11. Bruna Says:

    É mestre, não há como negar. Tudo que tu fala é o que sinto
    parece que tudo que estamos passando, você também está de uma certa forma.
    Gosto de ler seus textos, me faz pensar em quem eu realmente sou, me faz ver de outras formas coisas que eu só podia ver em um ângulo.
    Eu ainda terei um livro, que eu mesma irei fazer, com todos os textos possíveis que eu obtiver de você.
    Lucas Silveira, tu é o cara pra mim <333

  12. Gehh Santos Says:

    MUITO lindo; E infelizmente, sinto em dizer que também batizei a morfina com o nome de alguém =/

    Ah! Queria tanto não ter me identificado tanto com esse texto…

  13. vivivinha Says:

    As compilações mais perfeitas…

  14. Deyvid Says:

    Ah, a tua vida é deveras um grande ensinamento mestre! Muito bom!

  15. L Says:

    Dormirei bem melhor. tu me confortas

  16. Juliana D. Says:

    eitah.

  17. fatima Says:

    Quem prega a” verdade”de que amar tem regras ou limites….pode ter certeza este ser nunca amou!!!!Amar é se atirar de um abismo sem cordas,saltar de um avião sem paraquedas…se jogar ao sol sem bloqueador..enfim é VIVER…pois quem tem regras ou medo de amar é um covarde,e vivera uma longa vida sem um longo VIVER….

  18. vicmartins Says:

    PERFEITO *-*

  19. gustavofranqueira Says:

    As vezes seria bom sermos apenas pedras ou que tivessemos um botão de desligar, do tipo que nós pudessemos acionar quando estivessemo suficientemente preparados para voltar a lidar com as coisas. Parece um ponto de fuga o que descrevo. Mas na verdade seria um ponto de reflexão. Um ponto de calmaria, um ponto de cautela. Ou mesmo um ponto de fuga. A mente o corpo a mil desconexos em pensamentos… Acho que é por isso que a madrugada nos acompanha numa inconstância… E eis que to aqui falando coisas q de nada tem haver com o seu texto, Provavelmente resquicios de Domingo… Acho que vou ler um livro… Bela forma de explorar fraquezas e acima de tudo demonstrar descontrole e insegurança em um texto. Boa noite.

  20. amanda Says:

    Uma parte da minha vida, em mais um texto seu.
    Vai ter que haver muita morfina heim..

  21. Gabriela Prado Says:

    Nossa , lindo esse texto .Eu fico horas lendo as coisas que tu escreve , são tão tocantes e emocionantes que acabei me viciando . Tú consegue dar sentimento as palavras e é muito bom poder senti-las . Te acompanho desde os meus 11 anos e a cada ano que passa tu te torna cada vez melhor . Parábens mesmo e obrigada por fazer parte da minha história indiretamente .

  22. Bianca Pokorski Says:

    a-do-reeeeeei o cometário da Ju.🙂
    volta pra ela seu bobinho! ²

    é tudo que quero, acredito que seja tudo o que vocês precisam.

  23. Bruna Says:

    Lucas! Não preciso mais elogiar a temática do texto por que as outras pessoas já fizeram por mim. Mas o modo que tu escreves, tens um bom gosto que mistura várias figuras de linguagens, parabéns. O dia que puder, olha: http://descricaoindiscreta.blogspot.com/ Este é o meu blog. Beijos

  24. Nanda Says:

    Impressionante como você tira as palavras da minha boca, ou melhor, do meu coração ( é, ele fala ) .

    Thanks for inspiring me.

  25. c. ximenes Says:

    é impressionante como tu consegue descrever a vida de muita gente nos teus textos. Valeu MESTRE!

  26. @juh_bdg Says:

    nao preciso dizer o que voce ja disse, penso o que voce tambem pensa. o que voce escreve eh o espelho da minha mente. com palavras sabias onde vejo alguem que eu fui e queria voltar a ser.

  27. @Daan_Fernandes Says:

    Man muito lindo isso cara, mostra coisas que muitas veses sentimos e não conseguimos demonstrar por escondermos atras de nossas mentiras, achei muito lindo mesmo. parabéns

  28. Luan Emilio Says:

    Eu me vejo em tuas linhas, as vezes sou aquele quem escreve, as vezes sou aquele que lê as tuas palavras. Mas de uma forma ou de outra seus textos sempre me tocam. Falar dificil é fácil, dificil é se utilizar das coisas simples para tocar os corações, e vc tem se saido muito bem nesse sentido, o que posso dizer além Obrigado?! Suas palavras acabam sendo a minha morfina e eu me torno cada dia mais teu fã!

  29. Juliana D. Says:

    Efeitos adversos

    Comuns:
    Euforia pode conduzir à dependência.
    Sedação
    Miose: constrição da pupila do olho
    Depressão respiratória: em overdose constitui a principal causa de morte. Há alguma diminuição da respiração mesmo em doses terapêuticas.
    Supressão da tosse: pode ser perigosa se houver infecções pulmonares.
    Rigidez muscular.
    Vasodilatação com calores na pele.
    Prurido cutâneo.
    Ansiedade, alucinações, pesadelos.
    Vómitos por activação da zona postrema medular centro emético neuronal.
    -Incomuns:
    Libertação de hormona prolactina com possivel ginecomastia (crescimento das mamas) nos homens e galactorreia (secreção de leite) nas mulheres.
    Prolongamento do parto.
    Redução da função renal.

  30. @tatianedepp Says:

    Morfina…
    Que sorte ela tem!

  31. Carô Says:

    “e quem um dia irá dizer que não existe razão, nas coisas feitas pelo coração….e quem irá dizer que não existe razão…”

  32. kassiafelix Says:

    exatamente o que eu penso e o que estou passando, o que eu queria falar, mas não consigo.
    tirou as palavras do fundo dos meus pensamentos.. pensamentos os quais eu não posso controlar.

    eu nunca vi uma pessoa como vocé, a não ser eu mesma, que trate de um assunto tão complicado deste modo.

    vocé deixa tudo muito simples, muito lindo..
    vocé é um poeta…
    Porto Alegre do CD Revanche me diz o que é aquela música?
    consigo sentir cada palavra cantada, cada verso transformado em melodia, como se tivesse acontecido comigo.

    vocé não existi, se existir eu estou sonhando… um dia vou acordar desta vida, e ver que vocé era um SONHO… assim como eu, assim como tudo.

    pórem vocé é o único, que um dia poderá me entender…
    sim somente vocé guri ♥

  33. nmelzer Says:

    Lucas, ando me identificando muito com as coisas que voce escreve. Deu ate medo quando li esse post! Hahaha
    =*** e muito sucesso sempre!

  34. yasmin Says:

    Tudo que eu precisava ler. tá de parabéns.

  35. fabricionobrega Says:

    inacreditável como cada texto seu resume com perfeição a fase atual da minha vida. excelente mestre. tambem tenho minha morfina batizada e não vivo sem ela. e dói . dói muito:\

  36. bru Says:

    tu é gênio. Sempre tira as palavras da minha boca.
    “Cansei de lutar contra mim mesmo, pois já me cobrem o corpo feridas em diferentes fases de cicatrização. Aqui estou, pronto para me aplicar com mais algumas doses cavalares de você, se assim me permitir. E eu já não mais vivo sem essa morfina que eu batizei com o teu nome, há alguns meses atrás.”

  37. Eu Says:

    a-do-reeeeeei o cometário da Ju.
    volta pra ela seu bobinho! ³

  38. Muri Says:

    Simplismente perfeito!
    Escreveu tudo aquilo que eu não consigo dizeer!

  39. nadine Says:

    no contexto de um ser invisível. cada vez sinto-me. sinto-me grande, pequena, feliz, triste, perdida. mas a pergunta é: o mundo existe? eu sirvo para o mundo? em um fracasso total, não tenho vontade de mim. fui recomposta por pedaços, pedaços minúsculos espalhados em uma sala escura. acredite, me achar não é uma tarefa fácil. devo seguir em frente por querer descobrir o amor. desejando fazer a diferença em um mundo que luto sem armas, sem vida.

  40. @letiifob Says:

    “E assim eu sigo, tirando da tua boca frases impensáveis, do teu peito, o calor que eu preciso e, da tua vida, tudo que vai de encontro aos teus planos de não me deixar entrar.”
    E assim eu sigo. Obrigada biscoito, obrigada mesmo.

  41. @RitaFerro2010 Says:

    Viciar em alguém é a dor e a delícia da loucura, é doce e amargo ao mesmo tempo, nos deixa frágeis e sensíveis quando estamos longe, nos deixa com fome, muita fome daquela presença, daquele toque… seu texto é lindo e me tocou profundamente. Beijos!!!

  42. Guilherme Says:

    Bueno, dar a cara a tapa é FODA! Mas o aprendizado é o que fica, o ideal seria sermos melhores com a mesma pessoa, mas dificilmente isso acontece, dificilmente se tem espaço pra isso, eu não tive, mas a consciência do que é o ideal é muito importante pra acertarmos no futuro.

  43. @carlabuchalle Says:

    Minha morfina sou eu mesma!

    E desejaria ñ me dopar como ontem!

    Viajei a distâncias tão longas q em meu peito, no lugar de um coração, ñ havia nada!

  44. @jgevard Says:

    @jgevard segue? MEU HERÓI.

  45. Tendency Fashion Says:

    Simplesmente fiquei extasiada ao ler esse texto. Você realmente é bom!

  46. @kalinesilfer Says:

    Diz tudo,Meu MESTRE *-* Você me faz flutuar com tuas palavras. Ensinamentos,obrigado.

  47. VitorAmoretti Says:

    Lucas..! tu é simplesmente o MESTRE das palavras, domina elas de um jeito simples e BONITO fazendo coisas tristes se tornarem coisas bonitas de se ler.

    Parabéns pelo talento.

    seu fã desde o Mundo Injusto🙂

  48. Gabii @lovebeeshop @heygabie Says:

    Vc é ÚNICO Lucas!!
    Cada post mais perfeito que o outro, e esse senti muito pra mim.
    Como me sinto em relação a muitas coisas, obrigada por escrever, e dividir com a gente, MEU DIVO.

    Te amo tanto tanto (L)

  49. bootsmadeforwalking Says:

    é impressionante o modo como agente acha que sabe da vida, e derrepente O MUNDO DESMORONA, agente se sente ‘perdido’ e disfarça a tristeza com uma felicidade simples, de quando realmente não sabíamos nada da vida. aí derrepente não é mais disfarce, é felicidade mermo! e a verdade é que agente nunca sabe da vida.nem qnd negamos sentimentos!a litle bit los hermanos: mas negar o sentimento, já é pensar em te-lo! e certas coisas… SÃO INEVITÁVEIS!
    e agente acaba aprendendo que embora essas MORFINAS nos sirva muitas veses de COMBUSTÍVEL, a única coisa que teremos para sempe mermo somos nós mermos, e aprende à optar POR SEJA LÁ QUAL COISA FOR (sem caretice e sem frescura) qualquer opção que nos faça mais feliz.

    logo o lar é teu, lucaaaaas!!!!!
    sei que sim.

    beijos

  50. Mari Says:

    Queria também,Lucas,ligar mais pras ações e menos pros sinais(que supostamente vejo),quando na verdade ele já confirmou as minhas hipóteses a muito tempo e eu boba,nunca quis reparar.

    Lindo,texto.Acaba com essa morfina,pois ela um dia pode te derrubar.

    Beijos

  51. Natalia Porto Says:

    Caraca, Lucas. Cada vez que eu leio algo seu, mais conformo a minha hipótese de que ninguém fala de amor como você. :O

  52. Fernanda Schaeffer Says:

    “Por isso que eu sempre volto, mesmo quando a minha autoestima implora para que eu espere por um sinal teu”

    “E eu já não mais vivo sem essa morfina que eu batizei com o teu nome, há alguns meses atrás.”

    São trechos que certamente merecem um elogio em especial. Todo o post está maravilhoso, afinal, trata-se de um texto do Lucas Silveira. Mas essas duas partes, foram aquelas que fez o coração dar aquele impulso, sabe.

    Lucas… Não é só por ser fã. Mas PUTA QUE PARIU, não tem condições uma pessoa saber usar TÃO BEM as palavras, saber encaixa-las exatamente em cada lugarzinho certo.
    Eu não entendo como ainda existem pessoas que zombam de mim, quando afirmo que você é a minha maior influencia em relação à composição.

    Esse post foi o melhor até então.
    E que você se superar à cada dia, não preciso nem falar, né!?

  53. Isabela Says:

    “E eu já não mais vivo sem essa morfina que eu batizei com o teu nome, há alguns meses atrás.”
    aaaaah Q LIIIIIINDOOO LUCAS *-*
    eu nem comento mais viio, sempre leio seus textos
    e são todos perfeitos, nem tenho mais oq dizer
    vc é o meu poeta, é o mestre dos mestres
    e eu te amo muuito ♥

  54. Elisabeth A. Says:

    “(…)deixe chegar aos teus ouvidos o que para mim fica claro toda vez que teus olhos fecham antes dos meus: é recíproco.”

    Não consegui guiar teus passos até a porta de saída, tua mão na minha e teu olhar de Adeus é o que resta na lembrança, de outro sábado qualquer. No físico ficam as marcas de uma noite mal dormida, pois deixei minha Morfina acabar, antes mesmo da primeira dose de você.
    Restaram também um Quintana autografado em mesma data, e uma garrafa roubada dentro da geladeira.

  55. anajohannes Says:

    Lucas apaixonado.

  56. Alessandra Says:

    Simplesmente muito lindo *-*

    Acho que em palavras ditas ai, oq o meu peito não conseguia decifrar ou até mesmo poder falar!

  57. douglas Says:

    caramba, cara… parabéns pelo seus textos. além de serem muito bons, me identifico com eles.
    tu é bom mesmo!

  58. segredosdeliquedificador Says:

    Há. Sempre, um melhor que o outro.

  59. Lucas Says:

    SEMPRE seus textos falam de algo que eu sinto.

    ‘São palavras que me saltam da língua e páram nos dentes, sempre que sinto medo de que você confirme a minha hipótese. ‘
    Realmente, tem coisas em que acreditamos, mas
    temos medo de ter certeza, melhor deixar como está… ou não?

    (y) Parabens Lucas

  60. umaarmanodeserto Says:

    Lindo, perfeito .
    Como sempre os melhores textos. E que sempre me inspiram .. Perfeitos!

  61. roberta lunes Says:

    Acho na minha vã filosofia que tu está em paz com alguém que foi motivo de muita sorrow em outros textos.Happinesses

  62. Rodrigo Says:

    + uma ótima leitura. Muito obrigado e parabêns.

  63. alanabordonalli Says:

    mais um texto brilhante. Eu tenho minha própria morfina também.

  64. Juliana Zanini Pereira Says:

    Simplesmente mais um texto perfeito, só posso dizer PARABÉNS e dizer que sempre me identifico com teus textos e acabo mandando para várias amigas que já gostam tanto quanto eu do que tu escreve…
    PARABÉNS de novo…

  65. Maurício Ari Vieira Says:

    Cara, que texto lindo!
    Parabéns!
    Sou teu fã

  66. @Grasiie Says:

    que texto lindo Lucas *-*

  67. Thi Says:

    é absurdo como vc escreve bem. Sinto falta de gostar assim. Sabe aquela música ‘e eu virei essa pequena ilha, fechado em meus sentimentos, calado e tão só’. Acho que preferia morrer de amores.

  68. sintomuitoblues Says:

    A cada texto tu te supera. Dentre os que li, esse foi um dos que mais senti a minha dor entrelinhas do teu pensamento. Incrível. Sincero. Solene. Desde as primeiras palavras, o teu alguém me venho em mente. Se tudo que tu sente guardado aí no teu peito silencioso quiser vir a tona, deixe. Mas cuidado, porque tudo tem consequencias. Mas se tu não tentar, jamais vai saber o quão feliz poderia ter sido. Há chances de eu estar errada quanto à personagem em questão, mas seja quem for, SEJA FELIZ.

  69. manuinmoredays Says:

    PERFEITO!
    Um livro seu seria ótimo, e eu leria milhares de vezes !
    PARABÉÉNS, é realmente fantástico tudo o que você escreve!

  70. Bianca Says:

    Lu .. VC é muito sábio! Interpretando uma parte do seu texto: Como é que vamos nos sentir bem morando em um lugar que não nos sentimos confortáveis … Muitas vezes é melhor se sentir bem em um lugar simples e humilde do que estar em um lugar + confortável,pois, este lugar confortável está desconfortável … enfim …

    VC é um Sábio Lú Silveira
    Beijos
    =**

  71. bringingtheromanceback Says:

    Mais um texto genial.

  72. Vyvian Says:

    Confesso que ao terminar de ler, todo o texto fez um sentindo completo pra mim. Ver um pedaço da sua vida assim contada é tão mais parecido com os meus anos passados do que qualquer ato que eu faça para mostrar que minha vida mudou e que está de cabeça para baixo.

    Odeio o fato de enfim perceber que tudo mudou e que nada vai voltar como era antes. Mas, ao mesmo tempo, percebo o quanto é bom passar por casa etapa íngreme que a vida nos faz passar… Pois, só assim, que podemos ganhar algum tipo de força vindo de ti.

    ….Mesmo com qualquer explicação, tudo que eu mais quero é que esse sentimento de vício vá embora.

  73. Letícia D. Says:

    É imensurável o tamanho da admiração que sinto por ti. Te desejo tudo de melhor, sempre!
    Texto maravilhoso, como os outros.🙂

  74. Jenniffer Says:

    vejo minha vida nesse textto .
    lindas palavras
    Obg .

  75. Bárbara R Says:

    Não conseguiria descrever melhor o que eu sinto. Obrigada por me dar exatamente o que eu precisava.

  76. lilianealmeida Says:

    Gostei muito muito do texto, Lucas. ♥
    Parabéns! :*

  77. @larissilva Says:

    É tão estranho se identificar tanto com o que o outro escreve, sobre algo que está vivendo e na verdade parece que aquilo foi feito com a tua história…
    Todo mundo vive as mesmas coisas? Sente igual?
    Estranho mesmo isso….

    Mas Mtu lindo tudo que escreveu. Me identifico absurdos com o texto.

  78. robertalunes Says:

    tb acredito que tds as pessoas passam por diversas situaç]oes indenticas com a de outras pessoas o que muda [e como ela [e vivenciada sei l[a
    P.s os acentos n]ao est´]ao pegando

  79. Débora Says:

    genialmente perfeito.
    Último parágrafo indescritível.

  80. fcaraca Says:

    Magnifico post, Parabéns pelo comentários.

  81. Vanessa Says:

    Você é a minha morfina… e sem você, nada faz sentido
    Te amo

  82. Manoela Says:

    Ahhhhh, Luquinhas. Que bonito tudo isso que tu disse. Adoro teus textos, eles fazem com que eu me entenda um pouco mais a cada leitura. Fez muito sentido pra mim também.

  83. Thailane Vasconcelos Says:

    Você disse coisas bastante certas aí.Uma delas é que ‘A vida ensina.A gente aprende’. (:

  84. Eu Says:

    Hey Lucas tu é filho de professora de português? Já reparei que tu escreves muito bem. Até já comentei com outras pessoas que as letras da Fresno tem um vocabulário diferentes de outras bandas.
    Bom acho que tu tá perdendo tempo já deveria ter lançado um livrinho básico, faria tanto ou mais sucesso que a sthefany meyer no Brasil.

  85. fcaraca Says:

    Sou leitor desde o seu 1º post e nunca canso de os ler, inumeras vezes. Até pq paira no ar uma dúvida imensa.Você deixa claro neles que sofre por amor. A minha dúvida é; o sofrimento foi sempre pela mesma pessoa? Pois me convenco disso, pois desde o 1º post, você fala em feridas que não cicatrizam, que quer mudanças, que vocês não combinam, que quer o novo. Sendo assim, lendo este de agora, me deparo a mais dúvidas ainda. você fala novamente, do novo, de mudanças, de feridas. Mas então me pergunto, o que é o novo para você? No meu entender essas suas feridas que não cicatrizam são antigas e justamente por serem antigas, devem ser para a mesma pessoa. Me pergunto de novo, mas é impossivel um cara viver vários casos de amor e até namorar e mesmo assim estar sempre sofrendo, sempre querendo mudanças e o novo? Ou seu coração teu um dono(a) específico há tempos e sofre por ele? nenhum desses ” casos” ou namoro te satisfez ou ainda, será que seus romances são sempre assim melancólicos, tristes, com sede de mudança? ou ainda, até sendo repetitivo, será que não seria então um caso de amor, do passado, mal resolvido? Pq me parece e parece a todos que aqui leem que alguém, mesmo que seja em forma de poema, letras de músicas ou simplesmente um post, passe a vida a falar do seu amor, mas na verdade nunca o tem? Complicado de se entender! e era isso na verdade, só queria entender e compreender suas palavras, pq seus textos são bem escritos e merecem a compreensão deles. Mas para terminar paira neles um mistério tão bonito e triste ao mesmo tempo, que mesmo sem querer, a curiosidade vem. E o desejo do desfecho também. Com certeza essa minha curiosidade é a de todos seus fãs também. Abraços.

  86. nic. Says:

    oooooooooown, sem explicações❤

  87. Baar Says:

    Você é tão perfeito.

  88. Laine Bento Says:

    Você se mostrou tanto nesse post que me deixou sem saber bem o que comentar, porque fala de um uma coisa que está tão clara é muitas vezes fácil, mas difícil de dizer quando tudo já foi dito… A conciencia do erro e o conformismo de saber qu poderá errar novamente… Você consegue mesmo expressar coisas que muito não teriam coragem… E faz pelo menos a mim sentir como se estivesse frente a frente olho no olho dizendo cada palavra…

    VC É FODA!!!

  89. Sandro Henrique #pensamentosfortuitos Says:

    Gostei do texto. *-*
    Tava sentindo falta no seu blog, que acompanho desde a estréia. Desses que nos ajudam na vida.
    Lucas é demais!

  90. Sandro Henrique #pensamentosfortuitos Says:

    Meu blog aí, galere: pensamentosfortuitos.wordpress.com/

  91. Pedrita Says:

    dessa vez, você conseguiu me deixar sem palavras. parabéns!

  92. somedoseofreality Says:

    nossa! perfeito! seus textos são bem intensos… ADORO!

  93. Eduarda Says:

    enquanto tu consegue descrever todos sentimentos em palavras eu nao consigo descrever o que tu consegue transmitir com elas. perfeito.

  94. Fernando Says:

    Sabe Lucas, ás vezes vocês escreve algo que sempre me identifico, mais esse último paragráfo caiu como uma luva com que eu estou sentindo atualmente, Sabe ás vezes me pergunto se você ler isso, mais quero agradecer, por nunca parar de escrever parar a gente, por nunca parar de cantar e compor tão lindamente ,e dando forças pra quem nem mais acreditava no AMOR, só lhe desejo paz e sucesso,um grande Abraço.

  95. susy Salles Says:

    Só vc mesmo pra me fazer refletir sobre a dor que tenho dentro do peito, vlw por mesmo de longe me ensinar tanta coisa!!!

  96. Bárbara kayser Says:

    nossaaaaaaaa, quase chorei lendo *-* vc é mt bom msm, Lucas vc nasceu pra isso! bjs

  97. Justapor Says:

    Você é foda, não me canso de dizer isso.

  98. strangerworldbyana Says:

    Adorei todo o teu texto, mas a parte “A vida ensina, a gente aprende. No entanto, isso não quer dizer que não devamos, às vezes, desobedecer as leis que nós mesmos criamos.” é o que eu mais concordo contigo.
    Tu é incrível e teus textos são de uma magnetutide imensa, adoro ler sempre que posso.
    dale Lucas ! ♥

  99. Jeeni Says:

    É. agente tenque admitir que errar faz agente crescer mestre.

    Te amo meu poeta ♥

  100. O silêncio Says:

    Morfina como definir esta palavra em nossa vida. Seria o medo do novo, ou fim de algo presente. Estamos nós tão viciados no conforto que tememos o futuro, presos a barreiras impostas por nós mesmos ,com ideias cheias de prazo de validade. Erramos todos os dia para que o amanhã seja diferente. Não tenhamos medo do próximo passo pois ele podes muito bem nos levar a direções jamais imagináveis. Chega de dúvidas! O mundo é nosso ao menos por enquanto.

  101. LU Says:

    Vc é genial!!! faz tantos se identificarem com os seus textos…abrindo seu coração. Sou fã do artista e a cada dia mais da pessoa

  102. annamace Says:

    Como sempre uma inspiração para mim. Uma lição para a vida. Você transmite em seus textos e musicas os sentimentos mais profundo das pessoas, e faz com que elas parem e pensem um pouquinho na vida. a cada vez que leio os seus textos é como se fosse para mim ou como se fosse a minha vida ali narrada. Não tenho como dizer que naum sou sua fã porque isso seria uma mentira. Sou fã do escritor, do compositor, do musico. E ainda mais da pessoa, porque só alguem com uma alma e um coração lindos e gigantes, poderiam fazer o que vocÊ faz.

  103. renanribeiro Says:

    Muito bom, aliás, CADA ser tem a sua própria morfina!

  104. lifelord Says:

    Lucas to começando com um blog agora! eu comecei escrevendo algumas coisas, mas nao achei tão intenso quanto os seus, entao pegos textos bem legais, que eu sei que alguem pode indentificar-se com o tal texto. E principalmente eu me indentifico com os mesmos! na agenda já tem maracdo pra colocar um texto de tua autoria!
    Lucas Passa no meu blog, e da tua opnião! Por favor mesmo Lucas!
    Fica Com Deus!
    Abraçãao!

  105. lifelord Says:

    Lucas voce visitou o meu?! O que achou?!
    Abração😀

  106. Mariana Brum Says:

    Simplismente perfeito! Você é inspiração, você consegue expressar tudo o que sente coisa que quase ninguém consegue, você sempre consegue achar as palavras certas pra tudo, seja na musica ou não. E é em você que eu me espelho TODO DIA! Não há como explicar o que eu sinto por você. Muito bom esse texto, isso faz que agente reflita mais e mais! Eu te amo Lucas! Beijos.

  107. cadeoamor Says:

    Não há guerra sem morfina.

    http://www.cadeoamor.wordpress.com ;D

  108. Patricia Ribeiro Says:

    Parabéns lukinhas gosto muito do seu trabalho
    em todos os sentidos
    você da uma lição de vida
    seus textos são imspiradores
    valeu pelas palavras começerei um bom fim de semana melhor ainda
    olha eu não sei explicar mas vc me encantou completamente e cada dia que passa te admiro e te amo cada vez mais meu DIVO
    lukinhas s2

  109. Ingrid Maia Says:

    Aiiiii….. ameiii
    só queria saber de onde vem tanta inspiraçao!?
    A inspiraçao das minha musicas é voce!
    musicas mantidas em segredo claro!
    Lucas é mais que musico é poeta cara!
    voce escreve de uma forma que mexe com as pessoas
    PARABENS cara!!!!
    te curto muito….vc…..minha INSPIRAÇAO! sz’

  110. Buba Says:

    Feridas, estou cheia delas. Minha morfina quase não encontro mais. Uma nova ferida está por vir.
    Parabéns pelo texto.

  111. itsalovely Says:

    parece que você consegue, mesmo sem nem saber da minha existência, tirar todas as sensações existentes e inexplicáveis que eu tenho. :O
    cara, você é foda *-*

  112. fernanda Says:

    acabo de descobrir seu blog…
    a arte de conseguir transcrever sentimentos em palavras é algo que admiro muito nas pessoas.Sempre quis poder faze-la, mas não tenho esse dom.
    e o primeiro pragrafo deste teu texto me encheu os olhos de lagrimas pois atingiu fundo em meu coração tuas palavras.
    tua arte é linda.

  113. @rubiinhoff Says:

    simplemente PHODA.. vejo minhas vida nesses textos.
    parabéns Lucas (y

  114. Karen Says:

    Lucas,

    Trabalho no DOHMS… esses dias, localizei tua ficha de dados, fotinho com 15 aninhos, enfim, queria mto entrar em contato contigo para te fazer uma pergunta. Meu email acima, se puderes, nos falamos via twitter @kakafranke. Já te sigo =)
    Super Beijo!!!
    Karen Franke, DOHMS!!!

  115. Ellen Says:

    “No entanto, isso não quer dizer que não devamos, às vezes, desobedecer as leis que nós mesmos criamos” Muito lindo o texto;;

  116. yeahloser Says:

    BRAVO !! MAGNÍFICO!!

  117. lifelord Says:

    SEMPRE PERFEITO!
    mINHA INSPIRIRAÇÃO! *————*

  118. Queen A. Says:

    Tenho vontade de chorar quando leio esse texto, é.

  119. Mari Says:

    você não apenas escreve.
    você passa uma mensagem inexplicável.

    PARABÉNS!

  120. @reeenatoandrade Says:

    Caralho. Muito bom!

  121. Cézar Filho Says:

    É impressionante como tu escreve o que eu realmente sinto. Fala por mim. Obrigado.

  122. Cris Says:

    Tu és meu poeta!

  123. Junior Matsuba Says:

    Ah vá! sem palavras.

  124. Letícia S. Cardoso Says:

    Você consegue traduzir em palavras muitas das coisas que eu gostaria de descrever e não consigo. Parabéns!

  125. Equívocos ou não! Says:

    […] Morfina. […]

  126. josene verdile felicio Says:

    LUCAS…existe uma frase de Oscar Wilde que diz :”SOMENTE NOS INTEIRAMOS DA VERDADE QUANDO JÁ NÃO SABEMOS MAIS O QUE FAZER COM ELA.”

  127. Isabela Says:

    caralho Lucas, sem palavras.
    cada vez te idolatro mais.

  128. Priscila :-) Says:

    “Aqui estou, pronto para me aplicar com mais algumas doses cavalares de você, se assim me permitir. E eu já não mais vivo sem essa morfina que eu batizei com o teu nome, há alguns meses atrás.”

    “Nada é mais infantil do que se achar crescido demais para errar de novo. Às vezes, errar é a coisa mais certa a se fazer.” (Elisabeth A.)

    PERFEITOOOOOO
    Beijo :-*

  129. Karinny Says:

    As pessoas zombam de mim quando digo que amo o que você faz. Lucas, você é sentimento, poesia e muitas vezes PAZ. Sou fã do Lucas escritor, compositor e músico. Me encanta a pessoa que você é, pois só uma pessoa iluminada e digna poderia fazer o qe vc faz. Parabéns, MESTRE.

  130. Aricia Says:

    Uahuu..perfect!*-*

  131. Morfina. (via o romance está em apuros.) « a insônia te faz companhia Says:

    […] Quando lutamos contra nós mesmos, somos os únicos a colecionar feridas. Até que ponto vale a pena ater-se ao caminho da menor-dor, do baixo risco e do conforto calculado? Você grita para si mesmo com tanta força essa mentira, que acaba por não ouvir o peito clamando por um segundo de atenção. Mas eu consigo ouví-lo, quando ele encosta no meu, e sigo aguardando o dia em que a tua garganta, de tão rouca, deixe chegar aos teus ouvidos o que para mim … Read More […]

  132. morbidodomingo Says:

    Parabéns pelo seu dom de saber transformar em palavras o que sentimos. Muitos de nós não entendemos mas queremos decifrá-los, e você é capaz.

  133. Gabriela Mendes Says:

    Reblogged this on Próximo Desce.

  134. sussurrante Says:

    Reblogged this on Ms. Confusione comentado:
    Essa Morfina que eu batizei com o teu nome, há alguns meses atrás.

  135. Laelton Brandão Says:

    Muito bom e bem escrito. Abs!

  136. charlessfalcini Says:

    Reblogged this on charlessfalcini and commented:
    Adicione suas ideias aqui… (opcional)

  137. brunamreira Says:

    Republicou isso em Over Again.

  138. toastercitytree Says:

    Republicou isso em In Retrospect…e comentado:
    10.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: