Sobre Amores e Libélulas.

(Sim, esse texto é velho. Mas faz sentido, no momento).

Sobre amor e libélulas
Um dia desses estava escorado na janela de um hotel qualquer quando uma libélula pousou a poucos centímetros do meu braço. Na hora, eu não sabia ao certo se aquilo era uma libélula, ou uma cigarra, ou um inseto gigante qualquer. Nunca soube, e os poucos segundos que perdi tentando classificar o bicho foram suficientes para que ele sumisse. Bateu asas e escafedeu-se entre as árvores.

Eu tenho uma ligação especial com libélulas. Foi correndo atrás de uma que eu me estabaquei no chão, fraturando uma costela, perfurando o baço e sofrendo uma hemorragia interna que por pouco não me matou. Tinha cinco anos e, desde então, convivo com uma cicatriz que me atravessa o abdome, lado a lado. Tudo que eu queria era vê-la de perto, justamente para me certificar se o bicho em questão era cigarra, libélula ou “seja-lá-o-que-fosse”.

Se a necessidade de classificar uma libélula me rendeu duas semanas de internação, imagino o que me aconteceria se eu ficasse tentando classificar meus sentimentos. Inclusive, me cansa ver por todo lado gente tentando diferenciar um sentimento do outro. Se é amor, amizade, namoro, rolo, beijo, ficada, passatempo… Não tenho a mínima idéia, e nem quero ter! São inúmeras as espécies de relacionamento e a tentativa de classificar a todo minuto algo que, ás vezes, é simplesmente inclassificável pode resultar em muito mais do que um baço perfurado.

Ás vezes, perdemos a noção de que cada minuto da nossa vida pode ser o derradeiro, de que cada ligação telefônica pode ser a última, bem como aquela pessoa, de quem você ainda não sabe se gosta, pode ser o seu último romance.

Lulu Santos pediu, a gente obedece:

“Hoje o tempo voa, amor
E escorre pelas mãos
Mesmo sem se sentir
E não há tempo que volte, amor

Vamos viver tudo que há pra viver
Vamos nos permitir!”

O amor é uma libélula que pousa na nossa janela pouquíssimas vezes. Corra atrás da sua libélula, sem medo de se machucar. Viva o seu romance. Viva o seu último romance.

106 Respostas to “Sobre Amores e Libélulas.”

  1. Edu Says:

    Rock

  2. feerscheffer Says:

    Esse texto é lindo. =)

  3. má. Says:

    realmente profundo.

  4. Andrea Says:

    Eu precisava ler algo assim hoje.
    Obrigada.
    Viverei.

  5. bonsdias Says:

    Mestre!
    Sem Mais.

  6. Renata Says:

    *—-* mt fofo o texto
    eulivio

  7. Rafaela Amaral Says:

    Eu lembro desse texto na todateen, quando tu foi colunista de lá. Te amo Lucas❤

  8. curseofthedead Says:

    “Ás vezes, perdemos a noção de que cada minuto da nossa vida pode ser o derradeiro, de que cada ligação telefônica pode ser a última, bem como aquela pessoa, de quem você ainda não sabe se gosta, pode ser o seu último romance.”

    “O amor é uma libélula que pousa na nossa janela pouquíssimas vezes. Corra atrás da sua libélula, sem medo de se machucar. Viva o seu romance. Viva o seu último romance.”

    Porra, Johannes Beeshop, vá tomar no cu. :l

  9. Helen Says:

    Lindo *-*

  10. isabella Says:

    phoda!!!!

  11. eder Says:

    meu muito legal o geito de comparar um trauma de infancia com pessouas q nao sabem diferenciar sentimentos

  12. Fii Says:

    Nossa! A primeira vez que li esse texto me emocionei, assim como na segunda, terceira… E nessa também!
    É magnifico, mesmo!

  13. Ravena Says:

    Belo texto, como sempre!

  14. @BeekaDanadas Says:

    CARALHO,amei.
    me identifiquei mto.
    também,suas musicas se enxcaixam direitinho na minha vida.
    você foda! ;P

  15. Marlon Fernando Says:

    Bom texto. E tempos modernos é simplesmente uma música incrível. Se é que o incrível pode ser “simplesmente”, rs.

    Abras!

  16. Juliana Fernandes Says:

    Se fossemos correr atrás pra tentar descobrir o que são os sentimentos, teríamos infinitamente mais cicatrizes do que ja temos, interiores e quem sabe até exteriores. Abalariam visivelmente nossa estética, que, ja nao importa mais tanto.

  17. Isabella Says:

    Que texto mais… lindo!

  18. Isis Zimmerman Says:

    é meio contraditório, mais é de uma sensibilidade incrivel esse texto!

  19. Nikolas Francklin Says:

    Acho q as pessoas as vezes perdem muito tempo pensando se devem se entregar aos sentimentos ou nao ..por isso deixao q escapem .. e muitas vezes se arrependem d nao ter vivido por um instante q seje akele momento …Tu sabes oq fala Lucas …

  20. Amanda Says:

    É verdade…

    Devemos correr atras do amor, tanto quanto dos nossos sonhos.
    mesmo que isso machuque!

    Muito lindo seus textos Lucas!
    Te admiro muito.

  21. Flavialik Says:

    Juro que com estas palavras que você acabou de expelir ( mesmo que novamente ) Você me ajudou a mudar completamente meu modo de pensar a respeito do meu ” ultimo romance ” … e quanto a musica citada acima , ela é foda😉
    OBRIGADA ! de verdade,pensei nisso o dia todo,e durante ele esperei sinais ou uma luz rs! do que eu devia fazer ou apenas um conselho para me guiar.e você me proporcionou isto,as vezes é so estar no lugar certo na hora certa,Tank’s Twitter hsuahas !
    Bjos !
    E você não sabe como é gratificante ver o sucesso da banda,esperava isso desde os 13 anos , ja estou com 19.Nunca fui uma Fã assidua, mas sempre curti com devoção suas musicas!

  22. Amanda Bonfim Says:

    amei esse texto, tava muito precisando ler algo desse tipo. demais !

  23. Thatiane Says:

    sempre quando saiu de casa, penso que poderei não voltar. principalmente por morar no RJ, onde tudo pode acontecer a qualquer momento.

    obrigada pelas palavras ditas, mesmo que não seja exatamente pra mim, me serviu muito bem. rs

    VAMOS VIVER!

    beijos
    @thatii_ane
    (L)

  24. taahonfire Says:

    falou tudo e mais um pouco. me deu uma luz. valeu.

  25. @holandamii Says:

    O texto que mais amo, pensei nele hoje o dia inteirinho, sem noção.

  26. Ninguém precisa saber Says:

    eu acho que precisava ler algo assim hoje…
    em certos pontos do texto pra mim.. e em certos pontos pra uma outra pessoa… vou me utilizar desse texto para tentar convencer uma pessoa de uma decisão ai.. tomara que eu consiga..
    nesse momento preciso conseguir pra não me ferir.. mas vou tentar mesmo sabendo que posso me ferir

  27. fatima Says:

    talvez correr atras de libelulas seja a metafora do correr atras da vida,seja voando,correndo,rastejando,gritando ou simplesmente sussurrando ,mas nunca deixando de ir.pois quem ñ s ‘atira”ñ sofre ,mas tambem não vive.e viver assim é melhor nem nascer….abra suas asas….solte suas garras VIVA

  28. KELEN Says:

    sempre o melhor. SEMPRE!

  29. Aline Says:

    Parabéns! Texto realmente lindo.

  30. Rafaela Says:

    Cara, Voce é foda *-*
    Eu te amo ♥

  31. Thiala Says:

    texto foda… e eu ando ferida por não arriscar me machucar.

  32. Katrine Abatti Says:

    Nossa,lembrei desse texto hoje quando te vi no Casseta e Planeta.E me deu muita vontade de ler de novo.Pronto =]

  33. fatima Says:

    um dia correstes atras de uma libelula e te machucastes muito.deixe que as libelulas pousem proximas de teus braços e deixeas voarem livres ,a vida te ensinou que não deves correr atras de libelulas .elas veem e vão ,e por terem vida curta talvez as veja so uma vez.não as queira possuir ,ou coleciona-las,apenas se enterneça com sua beleza e agradeça a ALA por sua existencia.HARMED SALIM FAHAT….

  34. Dii Braga Says:

    PO-HA!

    Sabe aquilo que é E-XA-TA-MEN-TE oq tu tem que ouvir.. Não é possível.. Pena que eu ainda sou covarde o bastante pra continuar com medo de correr atrás da minha libélula.

    “O amor é uma libélula que pousa na nossa janela pouquíssimas vezes. Corra atrás da sua libélula, sem medo de se machucar. Viva o seu romance. Viva o seu último romance.”

    Premonitório o final, me deu medo.. Preciso me desacovardar..

  35. Cah Morena Says:

    Ameiiii

  36. Letícia Says:

    Você é maravilhoooooooso

  37. Isis Says:

    Cara tô completamente apaixonada pelos textos do Lucas (Beeshop)
    , ele é demais!!
    Além de ser um ótimo músico sabe escrever , *-*
    ele e TUDO !!! Te amo , Lucas Silveira❤

  38. Eve Says:

    Seu texto me fez lembrar muito da minha música favorita (último romance)
    “Eu encontrei e quis duvidar, tanto clichê deve não ser… Você me falou pra eu não me preocupar ter fé e ver coragem no amor…”

    Concordo plenamente que temos que nós permitir, estar sempre abertos ao amor e dar o melhor de nós pra cada pessoa que passa em nossa vida, porém tem vezes que por mais que se tente ele não nos encontra, colocamos toda nossa “fé” em certos relacionamentos, quase sempre nos decepcionamos e acabamos nos tornamos mais cuidadosos e menos esperançosos referente a ele.
    Achei muito legal sua forma de pensar, não se encontram muitas pessoas que pensam assim por aí, ultimamente as pessoas só querem receber e esquecem de se doar.

  39. Nara Gabrielly Says:

    Estou absolutamente apaixonada pelo seu blog. Só posso deixar meus sinceros parabéns.

  40. Jornal do Whisky Says:

    A única coisa mais difícil do que classificar sentimentos é classificar whiskies. Estou ficando com cicatrizes nos rins de tanto tentar.
    Interessante o seu blog, cheio de mulheres, o meu sobre whisky http://jornaldowhisky.wordpress.com/ infelizmente só dá homem.
    Grande abraço

  41. Mihh Says:

    Putz grilow…
    acho que vou mandar uma certa pessoa ler esse texto!:/

  42. Larissa Paglia Says:

    nossa. lindo, esse texto está grudado na minha parede com o resto dos posters da Fresno. eu lembro quando comprava a Todateen só pela sua coluna *-*
    tu escreve muito bem piá. parabéns Mestre❤

  43. kassiafelix Says:

    Sim esse é um dos meus textos prediletos *-* digo essa frase até hoje andando pela rua, ou pensando entre linhas:

    O amor é uma libélula que pousa na nossa janela pouquíssimas vezes. Corra atrás da sua libélula, sem medo de se machucar. Viva o seu romance. Viva o seu último romance.

    vocé é um poeta, e desde muito tempo…
    vocé nasceu com esse DOM, isso é lindo, eu queria te conhecer ):
    te dar um abraço e dizer: cara obrigada por existir, por ser o poeta dos meus sonhos…

    e como vocé disse “O amor é uma libélula…”
    Agora eu lhe pergunto e os sonhos?
    e eu te digo: “Os sonhos são acontecimentos que marcam mais que a realidade, porém assim como o amor temos que correr atrás deles”

    Gostaria de ter fundos monetários, e seguir vocé de CABO a RABO como diz o ditado do meu avó… um dia ainda vou conseguir; posso te dizer, que vocé é o meu ULTIMO sonho… sempre será.. independente, se eu venha a ter outros, vc sempre será o ultimo; ou seja “O PRIMEIRO” ♥

  44. Mariana Vicenzo Says:

    teu melhor texto hein.

    a tatoo então… fiquei com vontade de tatuar tbm.
    e eu poderia ficar quieta, mas meo TU É APAIXONANTE demais.

    é inevitável não pagar pau pra vc!

  45. roberta Says:

    Sobre amores e Libélulas, quando le foi literalmente soco na cara, me fez acordar.

  46. Talita Luchesi Says:

    aaaah… dispensa comentarios esse seu texto!
    perfeito…
    vcê me orgulha sabia?!
    ^^

  47. Isabela Says:

    tá, eu acho que esse foi um dos mais perfeitos.
    ficou lindo, super profundo.
    parabéns, mais uma vez.

  48. Gabii @lovebeeshop @gabii_BSB Says:

    “Ás vezes, perdemos a noção de que cada minuto da nossa vida pode ser o derradeiro, de que cada ligação telefônica pode ser a última, bem como aquela pessoa, de quem você ainda não sabe se gosta, pode ser o seu último romance.”

    “O amor é uma libélula que pousa na nossa janela pouquíssimas vezes. Corra atrás da sua libélula, sem medo de se machucar. Viva o seu romance. Viva o seu último romance.”

    Simplesmente PERFEITO!! *-*

  49. Marcelle Nascimento Says:

    Como você mesmo disse: Faz sentido, no momento!
    Lindo!

  50. alanabordonalli Says:

    É velho mas sempre será bonito de ler.
    Quando crescer eu vou tatuar uma libélula no ombro, mas é por causa do meu avô.🙂

  51. REGAN Says:

    bah.. sem palavras.. ja faço isso me identifiquei pakas! xD

  52. Yayá Says:

    ‘Vamos viver tudo o que há pra viver, vamos nos permitir!’

    Era isso o que faltava.

  53. Dreeh Says:

    Há chances na vida que são únicas
    Como você mesmo disse sitando estas palavras sabias:
    “vamos nos permitir”

  54. Vagner Ramos Says:

    Lucas Silveira pediu, agente obedece:

    “O amor é uma libélula que pousa na nossa janela pouquíssimas vezes. Corra atrás da sua libélula, sem medo de se machucar. Viva o seu romance. Viva o seu último romance.”

    postarei isto em meu flog, com os devidos créditos!!

  55. @tha_nascimento Says:

    e mesmo fraturando uma costela, perfurando o baço e sofrendo uma hemorragia interna que por pouco não te matou, você ainda diz “corra atrás da sua libélula, sem medo de se machucar.”

    talvez não faça sentido nem pra você, mas a mensagem linda que você passou com isso não tem preço, não tem libélula no mundo que pague!

  56. @tha_nascimento Says:

    você podia participar desse projeto, Lucas.

    O Hospital Mario Penna, em Belo Horizonte, que cuida de pacientes com câncer, lançou o ”DOE PALAVRAS”. Você acessa o site http://www.doepalavras.com.br escreve uma mensagem de otimismo (curta – como um tweet), e seu recado aparece no telão pros pacientes!

    acho que você vai gostar disso, sei lá.

  57. @jessiikamendes Says:

    Lucas DIVO *–* texto muito phoda -.-

  58. baarpuente Says:

    Já tinha lido esse a muito tempo atrás, mas é sempre bom reler, e ver como você sempre foi perfeito como é hoje. A cada dia que passa você se supera, e isso me encanta.

  59. Fernanda Ribeiro Says:

    Amei o texto, mas não sei se eu consigo ” me permitir ”.
    Gostaria de ainda ter esperanças, mas creio que isso não seja possível nesse momento.

    Enfim, gostei😀

  60. vidadediva Says:

    Esse texto é velho, mas é PERFEITO! Um dos meus favoritos.❤

  61. Sun Says:

    precisava disso. msmo. tks a lot =)

  62. Karina Says:

    Com certeza esse texto é um dos mais belos que tu ja escreveu.

  63. Giuliana Says:

    aAAhhH *-* estupendo!!! Fodástico!!! tb to ai na fila das tuas admiradoras huahauhauhauha louco como vc teve uma visão diferente da coisa e ainda fez uma tatoo !!!! Beijãozão

  64. cyhmartins Says:

    Um libelula , borboleta nunca pousou em minha janela
    mas tenho uma cicatriz que me atravessa. á alma.

  65. Edimara Says:

    Não há palavras para descrever o quão FODA tu és, deboa TE ADMIRO cm todas as minhas forças,

    Beeshop tu é MT FOOOODA.

  66. Maria Clara Says:

    Eu lembro desse texto =,)

    #marcou

  67. Jéssica Caroine Says:

    Você disse no começo que o texto é velho. Eu, infelizmente nõ conhecia até então. Me identifiquei. Já corri atrás. Já busquei aquilo que achava que era meu. No final? Bom, não deu muito certo. Não me arrependo, pelo contrário, faria tudo outra vez. Nós tínhamos que ser mais assim. Livres. Viver sem pensar no futuro. Lucas, mais uma vez me emocionando. Parabéns.

  68. nmelzer Says:

    Confesso que eu não sou muito de comentar, mas hoje não me aguentei por aqui. Belo texto, Lucas. Falamos tanto em nos permitir, existe tanto que podemos fazer, uma pena a necessidade de classificaçao e o medo sempre surgirem e acabarem por nos impedir de viver. Aliás, por que e de onde vem tanto medo? Precisamos lembrar que só conquista aquele que um dia se arriscou.

    Desculpa aí se filosofei um pouco e tornei o comentário confuso!
    =*** e muito sucesso pra você!
    See ya! o/

  69. Liine Camargo Says:

    Putz. esse texto.
    Velho. Mas importante pra mim.
    Desde de a primeira vez que li.
    Tenho ele colado na porta do guarda-roupa.
    Tão significativo, ainda.
    =)

  70. Jeni Lopez Says:

    incrivel teu dom de transformar palavras em sentimentos. tu consegue tocar agente de uma forma tão absurda com os teus textos.
    POETA FODA ♥

  71. Depois de Nintendo e Alumínios, Jardins e Borboletas « as velhas novidades Says:

    […] Depois de Nintendo e Alumínios, Jardins e Borboletas Por asvelhasnovidades Começo citando um trecho do texto “Sobre Amores e Libélulas” escrito por Lucas Silveira, e postado no blog O Romance Está Em Apuros (https://romanceemapuros.wordpress.com/2010/05/12/sobre-amores-e-libelulas/): […]

  72. @juu1_1 Says:

    na minha vida tambem passou uma libelula , e marcou muito

    mestre

  73. Talessa Says:

    você e esses teus textos sobre amor..eles acabam comigo, mas fazem parar pra pensar pelo menos…no que eu não quero lembrar.

  74. ágata Says:

    pqp, tu me fez chora, tu tiro palavras que nunca ia conseguir fala. tu é foda.

  75. Juliana Says:

    Meu preferido!

  76. E. Andrade Says:

    “Se a necessidade de classificar uma libélula me rendeu duas semanas de internação, imagino o que me aconteceria se eu ficasse tentando classificar meus sentimentos. Inclusive, me cansa ver por todo lado gente tentando diferenciar um sentimento do outro.”

    Eu só queria decifrar teu olhar de ontem, que me fitava infindamente, mas sei que tem coisas que são indecifráveis, inalcançáveis e acima de tudo inexplicáveis.
    Não tentarei mais classificar meus sentimentos, nem em bons ou ruins, até porque sentimento que machuca não pode ser bom.

  77. Hiago Peixoto Says:

    Lhe prometo que chorei lendo esse texto !
    temos que correr atrás do que nós queremos e as pessoas que amamos !

  78. @dmcstorck Says:

    amei. me identifiquei muito, mesmo.

  79. Bianca Says:

    nossa, super profundo , lucas o Mestre *-8

  80. Victória Martins! Says:

    sem palavras. perfeito, como sempre *-*

  81. Mari Says:

    Lucas,eu particularmente adoro esse seu texto,do mais para mim é o melhor e o que mais se assemelha a mim.
    Sinto pela sua cicatriz.

    Beijos

  82. NICOLE PETTA Says:

    Caramba Lucas….
    Td q tu escreve é exatamente o q queria escever para alguém……….

  83. andreza day Says:

    essa palavras são realmente muto profundas
    Quando li fique horas pensando na minha vida inteira
    Isso era uma das coisas em que eu nunca parei pra pensar e imaginar.Mas quando eu li pensei muito
    Você é muito bom no que você faz em escrevre textos profundos e em músicas lindas Parabéns você é tudo

  84. Carolina Says:

    Cara, lembro até hoje quando esse texto saiu em alguma revista, se não me engano, toda teen, tenho até hoje recordado e guardado. Chorei a primeira vez que li, a alguns anos atras, e choro até hoje.

    Perfeito, sem mais.
    Mestre.❤

  85. Mariana Says:

    Morrrrrri aqui Lucas !
    em todos os textos que comento digo a mesma coisa
    é que é a unica coisa a dizer;to sem palavras aqui
    Vs é foda *—–*
    Meu mestre meu Rei meu ÍDOLO
    Te amo Lucas Cezar Lima Silveira (L’

  86. Rener Melo Says:

    Cheguei à copiar a sitação do Lulu Santos e coloquei no meu Profile do Orkut e BIO do Twitter. Continuo achando que você é o cara!

  87. Júlia Roos Says:

    Todos os textos que leio eu penso. PORRA BEESHOP, TU É FODA!
    Tu é o cara, meu ídolo sempre.

  88. Jaqueeeee! Says:

    PERFEITOOO *O*
    lucas eu te admiro pra caralho!
    voce consegue com pequenas palavras, grandes conquistas.
    parabéns lucas.

  89. Layla* Says:

    De uma forma linda vc expressou sobre um momento dificil em sua vida..
    Vc faz com q a vida , vire uma poesia e eu admiro isso!
    Parabéns e Sucesso!
    Te amooo*
    Bjoos…

  90. D. of D. Says:

    maravilhoso seu post

  91. Priscila :-) Says:

    “Esse texto foi escrito pra mim?” <– Foi a sensação que eu tive ao lê-lo. É o que parece.
    Essa parte aqui então…:
    “Ás vezes, perdemos a noção de que cada minuto da nossa vida pode ser o derradeiro, de que cada ligação telefônica pode ser a última, bem como aquela pessoa, de quem você ainda não sabe se gosta, pode ser o seu último romance.”
    Principalmente: "Ás vezes, perdemos a noção de que (…) aquela pessoa, de quem você ainda não sabe se gosta, pode ser o seu último romance"
    É o que pensamos, que somos “imortais”, e que sempre haverá tempo para realizarmos o que insistimos em deixar pra amanhã… Mas o tempo não espera.
    Refleti nesse texto.
    Beijo :-*

  92. Luh 182 Says:

    MUITO lindo esse texto, pqp! @_________@

  93. Felipe Mastella Says:

    Bah essa semana perdi o baço em um acidente, me identifiquei muito com esse texto. Estou aproveitando essa segunda chance de Deus e vivendo o amor que é o mais importante nessa vida!

    Falow Lucas tu é fodão! abraço

  94. Lucas Says:

    Tem que ser o lema da vida de todo mundo. Tá sendo o meu.

  95. Lery Says:

    inesplicavel . lucas silveira ♥ sempre

  96. AryellyLima Says:

    perfeito *-*

  97. Kéllen Rodrigues Says:

    Eu sou simplismente APAIXONADA por esse texto do Lucas. Meu blog é todo inspirado nele ( texto). Quem quiser visitar, aqui está o link:http://sobrelibelulas.tumblr.com/

  98. Kauane Mello Says:

    Tenho a Todateen velhíssima com essa matéria até hoje. É um dos textos mais legal que o Lucas já escreveu, sem dúvida alguma!

  99. Pamella Says:

    Isso é a mais pura verdade, “então véi to indo atraz da minha libelula (o)”

  100. Mateus Thelly Says:

    Um dos melhores textos que já li e não me canso de ler.

  101. Kátia Assuncão Says:

    Adorei esse texto, faz um bom tempo que comecei a gostar de libélulas, desde entam acho ele um dos se naw o inseto + bonito que ja conheci, até mesmo que a borboleta…
    Parabêns pelo texto…🙂🙂🙂

  102. tainara Says:

    ja li o texto um milhao de vezes ja chorei um milhao de vezes. muito lindo mesmo. LOVE LUCAS *–*

  103. tainara fresnomaniaca Says:

    nunca fui de chorar mais agora chorei lendo o texto. cara amoo de mais o lucas me considero uma fã suicida.

  104. Aísla Santana Says:

    Metáfora perfeita

  105. alanraph Says:

    Republicou isso em Homem ao mar..

  106. anurbi Says:

    Republicou isso em whoisbubu880.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: