Johannes Beeshop e a Síndrome do F5.

Existe uma estrada sob os meus pés. Ela termina toda vez que chego em casa, tarde da noite. O que vejo após a derradeira parada, é o fim desse chão. Se eu prosseguir em minha caminhada, ignorando quaisquer placas de sinalização e advertências verbais de amigos, sou engolido por esse infinito precipício.

E eu não paro.

A queda, até o momento, não parece ruim, embora eu não negue que me incomoda não saber quando me chocarei com o chão. O ar, utilizei todo ele na tentativa de gritar. Ninguém ouve. Não daqui, onde estou. Eu poderia ficar sentado à borda desse penhasco, observando todos os que, caminhando ao meu lado, decidiram encerrar ali suas jornadas. Desobedeço… sempre. E, uma vez sem ar, resta a mim conferir se me calarei com o impacto ou por apneia. Ansiedade?

E eu não paro.

E quem tentou me seguir ficou pelo caminho, por medo de um ou outro precipício. “O que é que tem ali?”. Antes de me fazer essa pergunta, já me encontro lá.

Alguém me faz parar de apertar o F5. Alguém nada, TU.

Às vezes acho que me fizeram capaz de sentir demais. E emanar demais o que é sentido, inclusive quando não faz sentido. E isso assusta, afugenta, por chamar atenção demais. Meus pensamentos são como um farol que não consegue se esconder na praia deserta. Ele sempre estará lá, ao alcance dos teus olhos, te impedindo de naufragar em mim. E não há nada capaz de me apagar.

Só queria, por meia-hora que fosse, me ver diluído no horizonte de uma noite qualquer. Uma dessas em que tu vagas por aí sozinha, trocando pernas, balbuciando impropérios ao vento. E ter o que eu sinto invisível aos teus olhos. Por meia-hora que fosse, te fazer me querer sentir na meia-hora seguinte.

Essa intensidade indesejada de sentimentos atribui imenso valor até mesmo ao mais insuspeito dos teus sinais. E isso, às vezes, torna-se tão pesado a ponto me fazer preferir a sensação de ausência de peso inerente à queda à falsa-segurança da terra firme. Meus joelhos doem, guria, e é por essas e outras é que me atrai tanto o ensurdecedor silêncio do vento frio me cortando a pele. Pelo menos, enquanto caio, tenho certeza de que não me ouves.

Quase sempre eu penso que deveria parar de agir assim.

E eu não paro. Me para.

67 Respostas to “Johannes Beeshop e a Síndrome do F5.”

  1. feerscheffer Says:

    Te amo, Lucas.

    • Mayra Says:

      “Quase sempre eu penso que deveria parar de agir assim.
      E eu não paro. Me para.”

      Aiiinn perfeito Lucas >.<
      Disse tudo q eu precisava ouvir hj!😥

    • Paaty'Oliveiraah Says:

      ‘putz quando eu to querendo ouvir algo mais profundo sempre paro pra ouvir tuas letras cara! Te amo tu & esse povo da FRESNO, quando vem pro Ceará?
      Vou está lá pra vê-lo.
      “Se eu prosseguir em minha caminhada, ignorando quaisquer placas de sinalização e advertências verbais de amigos, sou engolido por esse infinito precipício.”

      Parte que mais gostei.. MINHA CARA

  2. feerscheffer Says:

    “Às vezes acho que me fizeram capaz de sentir demais. E emanar demais o que é sentido, inclusive quando não faz sentido.”

    Que lindo, amei essa parte. Texto fodaaaaaa, como sempre. *-*

  3. R. M. Gonçalves Says:

    Belo texto, my brother!
    Sensibilidade assim, ó: intensa.

    De Sheakespeare:
    “Os homens deviam ser o que parecem ou, pelo menos, não parecerem o que não são”.

    Abraço!
    RMG

  4. teusemblante Says:

    irado =D

  5. Ana Daminelli Says:

    Brilhante.

  6. Ana Luiza Says:

    que perfeito, me vi nele😦 beijos

  7. Má. Says:

    “emanar demais o que é sentido, inclusive quando não faz sentido. E isso assusta, afugenta, por chamar atenção demais.”
    FUCK.

  8. isakuli Says:

    muuuito bom. adorei!

  9. Carla Says:

    LIIIIIIIIIIINDO DEMAIS!
    Belas palavras, ótimo texto!
    tu és demais guri.

  10. haaaannaa Says:

    São sentimento teus, únicos. Eu jamais tentaria entender – até porque não conseguiria -, mas tu sempre me impressiona com as palavras.

  11. @_suzanasilveira Says:

    O que mais tenho que esperar de ti? se tudo que tu faz é perfeito, és meu príncipe, minha vida, minha razão.E não falo isso da boca pra fora, eu te amo❤

  12. Letícia Says:

    (Aplausos) hehe ,você é incrível !

  13. Renata Says:

    oown *–*

    lindo, lindo, adoro os seus textos

    continue escrevendo querido, bjs ;*

  14. xdsavinho Says:

    voce dentro desse precipicio que é tão amplo pra voce, que todos tentam cair e entram em seu precipicio e caem no penhasco, o meu precipicio poucos entram mais é tão profundo quanto o teu! ow computer LEIA MEUS TEXTOS E DEXE UM COMENTS hsuhdusahduhsa

  15. @Flavialik Says:

    As vezes faz sentido pra mim de uma maneira diferente . O que eu queria se fosse tu … é que a pessoa que vc qria dizer isso estivesse com vc na hra da queda . Ou que ela simplismente não em deixasse cair pois será a unica a conseguir este feito😉
    Ou apenas temos que apertar o F5 msm … mas isso pode ser bem dificil,mesmo que uma pessoa não te faaça beem !
    Bjos !
    e vc escreve lindamente !

  16. Lucas M. Says:

    Confesso não ser um grande fã teu, mas está realmente foda o post. Quisera eu escrever meus pensamentos tão bem.

  17. @Pittsensus Says:

    Simplesmente perfeito.

  18. curseofthedead Says:

    “Às vezes acho que me fizeram capaz de sentir demais. E emanar demais o que é sentido, inclusive quando não faz sentido. E isso assusta, afugenta, por chamar atenção demais.”

    Meu, me sinto exatamente assim. D:

    E eu acabo tendo medo de apertar frequentemente o F5, com medo que dê erro na hora de atualizar, e eu tenha que atualizar novamente, por causa do maldito erro, o que me faz perder tempo, e oportunidades. Acho que irá entender isso.

    Continue escrevendo cara, seu talento não tem fim.

  19. Rodrigo Ceni Says:

    Porra @LucasFresno, Porra!

    Não tem nem o que comentar sobre o post. Tá genial, velho.

  20. Raelson Says:

    Fico rindo de quem nem tirou o tempo pra ler, e já quer sair postando, e nem vem falar que leu, porque em um minuto não dá pra ler tudo, e um texto como esse não se deve ler correndo, nem com pressa, tem que digerir e mentalizar cada palavra, porque é uma obra de arte. Parabéns Beeshop.

  21. Pete Says:

    Ninguém te parará… Você nunca vai parar.
    Você não quer e não deve parar.

    Continue exatamente assim, deixando o farol aceso e as sinalizações pelo caminho.
    Estou te seguindo, e sem medo de precipícios.

    Se eu cair, você me segura.

  22. Manu, Says:

    Eu também acho que me fizeram capaz de sentir demais. E, cara, tô tentando descobrir até onde isso é bom. Gostei muito do texto, Lucas. *-*

  23. Arthur Martins Says:

    pow….
    q coragem pra iscrever em plena 2h da madruga mew….
    aushuahsuahshauhsu

  24. Igor Says:

    VAI TOMAR NO CÚ!

    Cada vez mais você me prova que é IMPOSSÍVEL não se espelhar em ti. Apesar de que nunca tentei parar de te seguir, mas você continua mais FODA do que nunca!

    Parabéns, MESTRE!!! ==]

  25. Larissa Says:

    Você me entenderia perfeitamente o.o>

  26. Byatriz Says:

    Não é a toa ue nos viciamos em suas músicas, tudo que vc escreve ta bem próximo da gente…

    amazing Luuuuuuuuuucas! xDDD

  27. Anyone Says:

    Parabéns Lucas, cada vez melhor.

  28. gabi @teambeeshop Says:

    Já nem sei o que escrever pq toda vez que veio aqui é um melhor que o outro. E acabo sendo redundante demais sempre. Mas fico feliz e por me identificar tanto com vc e com seus textos. Essa vez a frase mais forte pra mim “Às vezes acho que me fizeram capaz de sentir demais.” Bem como me sinto e me perguntei ontem alias pra mim mesma.
    Eu amo esse teu espaço, obrigada obrigada por dividir seus textos com a gente. Eu te amo muito, meu divo!! *–*

  29. Thailane Vasconcelos Says:

    Lindo, simplesmente lindo.

  30. Victória Martins! Says:

    nossa, muito perfeito *-*

  31. Andressa Says:

    Nossa, eu vi o seu tweet, e resolvi dar uma olhada.
    é realmente muito bom, não sabia que você escrevia assim, gostei muito e pretendo voltar.

    beijos pra ti.

  32. Mayra Says:

    “Quase sempre eu penso que deveria parar de agir assim.
    E eu não paro. Me para.”

    Aiiinn perfeito Lucas >.<
    Disse tudo q eu precisava ouvir hj!😥

  33. Jéh.zin Says:

    Meu Deus lucas um texto mais perfeito que o outro *-*
    onw eu amo vc *-*

  34. Lary Says:

    ….As vezes o silêncio e a solidão são seus melhores Companheiros ;)!

  35. Ana Johannes Says:

    Maravilhoso.

  36. andrhee Says:

    Parabens FICOU FODA !!!!!

  37. Ravena Says:

    Tenho orgulho de ser tua fã!!

  38. Silvia Says:

    Lucas,

    Muito bem escrito, vc tem a habilidade de transcrever os sentimentos, de foma bastante intensa, isso é muito bonito, é o “abrir o livro”, tentar tirar as máscaras, se descobrir e mostrar a persona. Porém, eu não acho que as coisas possam ser analisadas sob um prisma de que “confiando, tudo podemos…” As coisas são mto mais complexas que isso, e um dos grandes dilemas da sociedade contemporânea é lidar com a dificuldade em se aceitar as próprias limitações, e as cobranças constantes por resultados, como se tivéssemos que ser perfeitos e intocáveis. O texto levanta a questão da coragem, que temos que transpor obstáculos, como se as coisas pudessem ser assim tão simples. Gosto mto de uma frase do Ortega y Gasset, um grande filósofo, que escreveu: “eu sou eu e minhas circunstâncias”.As pessoas clamam por respostas exatas e simétricas pra tudo, sobretudo por conta do grande afluxo de informações que a internet nos proporciona, que ao mesmo tempo que nos possibilita o acesso ao conhecimento de um número infindável de informações, também nos escancara constantemente as próprias limitações, .Eu tenho que saber de tudo, ser pleno, ser completo, acho que isso nos conduz para uma certa frustração. Acho que devemos aceitar as nossas próprias limitações e, cientes delas, construir cada segundo como se ele fosse eterno.
    Boa sorte no caminho e na coragem para sempre levantar!

  39. Letícia Vieira Says:

    Sem palavras, ações ou pensamentos…. não, minto… sim, tenho pensamento, e eles são: ♥♥♥♥♥ Cara, tu é MUITO bom com as palavras… Amo muito você… ♥♥♥♥♥

  40. E. Andrade Says:

    “Eu poderia ficar sentado à borda desse penhasco, observando todos os que, caminhando ao meu lado, decidiram encerrar ali suas jornadas. Desobedeço… sempre. E, uma vez sem ar, resta a mim conferir se me calarei com o impacto ou por apneia. ”

    Me arrepia ler teus textos e saber que a cada palavra minha história é contada, e assim num emaranhado de tantas, me perco e me vejo aqui parada lendo coisas que já sei ou penso saber, é estranho sentir o que sentes ou pensar o que pensas, mais pode ser que ocorra mas até lá tem chão, ou pode ser que nos percamos em estradas desconhecidas, basta apenas o tempo e quem sabe ele nem venha a chegar.

    Levante desse penhasco e se lance ao vento quem sabe a resposta se encontra por lá.
    Souvenir❤

  41. Isadora Says:

    E isso assusta, afugenta, por chamar atenção demais. […] E isso, às vezes, torna-se tão pesado a ponto me fazer preferir a sensação de ausência de peso inerente à queda à falsa-segurança da terra firme.

    PORRA EU TE ADMIRO (L) continue escrevendo pra mim continuar lendo os melhores textos *-*

  42. katia soaares Says:

    ααh mto MARRAA veeio ♥
    ααh demααizz curtii mtto *-*

    ~ Lucααs ♥ Fresno ~

  43. Ednardo Ferreira Says:

    gostei mais desse trecho:Meus pensamentos são como um farol que não consegue se esconder na praia deserta. Ele sempre estará lá, ao alcance dos teus olhos, te impedindo de naufragar em mim. E não há nada capaz de me apagar.

    Parabens multimidia man…cantor , compositor, desenhista…escritor! rsrs

  44. Tamara Says:

    Há algum tempo atrás também escrevi sobre este tal “precipício”… é a sensação de q vale tudo ou nada pra se ter AQUELA pessoa especial ao nosso lado.

    Com o tempo percebi q a escalada d volta foi muito + importante…

    Bjinhus

  45. Tamara Says:

    Há algum tempo atrás também escrevi sobre este tal “precipício”… é a sensação de q vale tudo ou nada pra se ter AQUELA pessoa especial ao nosso lado.

    http://amorasimpossiveis.blogspot.com/2010/03/montanha.html

    Com o tempo percebi q a escalada d volta foi muito + importante…

    Bjinhus

  46. @suzanerodrigues Says:

    parar pra que neam? Ter medo de seguir? Medo é para os fracos, UAUIAH ;*

  47. kassiafelix Says:

    que lindo *-*

    tomara que ela te pare, quem deveria me parar,
    quer mais que eu caia sem parar…

    mas vocé esta certo não se deve parar, até encontrar o que desejas, o que a vida te reservas, vc deve continuar tentando ir em frente dessa caída interminavel… eu acho que estou descansando dessa caída, parei para refletir, sobre o porque estou caindo ;~ logo mais estarei caindo novamente, talvez eu te encontre no caminho não é mesmo?

    as vezes me pego imaginando, como vocé faz para escrever coisas tão belas, me pego raciocinando sobre seus textos antes de dormir, me pego lendo várias vezes os textos gravados na minha mente;
    se fosse para mim peder a memoria (o que eu gostaria muito) deixaria os seus textos e a minha admiração por ti intacta, além das mínimas coisas sem magoas que vivi ao longo desse tempo.

    nunca vou encontrar outra pessoa como vocé neste mundo. tu é super diferente… por mais que me identifiique contigo e talls, vai mais além guri; muito mais, pode parecer clichê; mas tbm sou meia diferente… a maioria das pessoas não pensam como vocé.

    vocé tem UM dom incrível e admirável, cara eu desejo muito sucesso pra ti, se tem alguém que merece, esse alguém é vocé. falem o que falarem, mais vocé é muito FODA guri ♥

    love you ;♥

  48. marcela barbosa Says:

    VÁ SE FUDE
    porque tú escreve coisas tão brilhantes ? poxa vida obrigada por existiiiiiiiiiiiiiiiiiir lucas

  49. Gabriela Says:

    Juro que não queria , não queria mesmo entender esse texto , mas eu entendi🙂
    Lucas obrigada mesmo , por ser tão brilhante e por me fazer enchergar o mundo e os outros de outra forma através do que tu diz , do que tu canta , do que tu escreve , através da sua vida *-*

  50. Gabriela Says:

    Juro que não queria , não queria mesmo entender esse texto , mas eu entendi
    Lucas obrigada mesmo , por ser tão brilhante e por me fazer enxergar o mundo e os outros de outra forma através do que tu diz , do que tu canta , do que tu escreve , através da sua vida *-*

  51. Juliana T. Says:

    Talvez todos nós tenhamos a necessidade de pular algumas vezes do penhasco só pra ter certeza de que estamos aqui, que estamos cientes de onde estamos e por quem ou porque vivemos. Por mais fundo que você consiga chegar na sua própria alma, jamais vai conseguir obter as respostas que quer, jamais vai desvendar os mistérios que habitam em você mesmo.
    Quem sabe o penhasco seja a melhor solução? quem sabe o vento ímpeto tenha compaixão para com você e junto com a gravidade não te deixe tocar o chão em nenhum momento. E apenas quando estiver preparado para o verdadeiro baque, ele te deixe cair, mas com a intenção de te fazer voltar a viver, de te acordar do sono que você se enterrou.

  52. Mariana Says:

    UNFOLLOW HER!

  53. Jéssica Caroline Says:

    É incrível como tudo que tu escreve me afeta de algum jeito. Lucas, Lucas, o problema de nós, sagitarianos, é exatamente o que tu disse: sentimos demais e, muitas vezes, isso não faz sentido. Eu só lhe digo uma coisa, meu grande poeta, nunca desistas do futuro, de seguir com seu caminho. Não tenha medo de cair, só não se esqueça de levantar e encarar o que ainda tem pela frente.

  54. Baar Says:

    Sempre perfeito. Nem tenho palavras. (…)

  55. Paola Freitas Says:

    Essa sensibilidade não se encontra em qualquer esquina.

  56. Luisa Says:

    Meeeoo! Esse segundo texto q leio me arrepiou, cara! Emocionei. Temos em comum essa sensibilidade exacerbada. Quem sabe a solução seja pedir aos outros que nos parem mesmo. Difícil que consigamos sozinhos. Adorei!!

  57. andreia Says:

    e não deve parar msmo! Uma pessoa de alma tão sensível e
    idéias tão tocantes…a poesia da vida vive em vc.

  58. Eduarda Says:

    teus textos fazem com que eu te admire mais ainda Lucas!
    tu consegue descrever de um jeito único tudo!
    perfeito, depois de ler esse texto não tenho nem o que comentar ;D

  59. Elisa Pizzicato Says:

    Demais…vc eh sempre demais guri

  60. roberta Says:

    escreva um livro que vira best seller😄

  61. Beatriz Braga Says:

    Se parasse, não seria você. Não o Lucas Silveira que não dá tempo nem mesmo ao medo de agir sobre ele. Te admiro demais!
    PARABÉNS!

  62. Karla Says:

    Sabe quem é o autor desse texto?
    Procurei e existem muitos sites com ele, não colocam creditos…

  63. Paaty'Oliveiraah Says:

    ‘putz quando eu to querendo ouvir algo mais profundo sempre paro pra ouvir tuas letras cara! Te amo tu & esse povo da FRESNO, quando vem pro Ceará?
    Vou está lá pra vê-lo.
    “Se eu prosseguir em minha caminhada, ignorando quaisquer placas de sinalização e advertências verbais de amigos, sou engolido por esse infinito precipício.”

    Parte que mais gostei.. MINHA CARA

  64. Luana Carolina Says:

    nossa , quanto amor:/

    pena que não chega nem à metade do que eu sinto por você😦

    te amo, te amo te amo !

  65. VictoriaMCarli Says:

    Esse é o melhor texto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: